segunda-feira, 12 de maio de 2008

Ela é a melhor do mundo

Ela esperou nove meses para ver o rosto de uma criança. Sabia que teria que lavar fralda, dar mamá de duas em duas horas, ficar mais tempo acordada que dormindo, trabalhar em dobro para alimentar uma crainça que viveria para comer e chorar e mesmo assim ela ficou feliz. Ela chorou quando não pôde estar presente em uma festa da escola. Ela sorriu quando a criança já crescidinha foi oradora de turma na formatura de CA pela primeira vez. Ela vibrou quando a criança mostrou interesse por literaratura e participou de um livro na escola. Ela brigou feito leoa quando já adolescente a menina se rebelou. Ela participou de cada etapa da vida desta pessoa e a fez se tornar uma pessoa justa, honesta com defeitos muito menores que as qualidades. Esta mulher pode ser chamada de mãe.
Ela é a MINHA MÃE. E, cá entre nós, é a melhor do mundo!
Obrigada por existir em minha vida!
Deixo aqui também uma homenagem para todas as mães. Àquelas que têm o apoio do marido, seja ou não o pai da criança. Àquelas que são mães solteiras, àquelas que têm muitos filhos ou que têm apenas um. Àquelas que são mãe duas vezes, as avós, ou as que são mãe três vezes, as bisavós. Àquelas que são mães de coração, que se desprenderam de qualquer preconceito e adotaram uma criança, saudável ou não. Àquelas que não ligaram para o preconceito do mundo e são mães mesmo sendo homossexuais. Parabéns a quem se dedica a uma criança, a quem sabe o valor do amor e da educação.
Beijos mil

Um comentário:

Silvana disse...

Não preciso dizer que chorei, não acham? Qual é a mãe que não se "äbalaria" com palavras tão lindas? Não é a melhor jornalista só. É também a melhor escritora! Além de melhor filha, apesar de eu só ter uma! Mas quero dizer que sou mais feliz desde seu dia de nascimento. Agradeço todos os dias à DEUS por tê-la ao meu lado. Sou sua fã número 1. TE AMO, filha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...