terça-feira, 9 de março de 2010

Andanças

Hoje uma música não sai da minha cabeça: "Em tanta areia andei..." e poderia até emendar com "Vim gastando meus sapatos, me livrando de alguns pesos, perdoando meus enganos, desfazendo minhas malas...", da minha querida Ana Carolina.
Estou tão pensativa que chego a ter um quê de nostalgia, uma certa dose de tristeza e até um momento de depressão. O que significa que, com certeza, tem algo errado na minha vida. Porque o correto, na minha concepção, é ao pensar na vida sentir felicidade. Saber que está bem, seguindo em frente e com possibilidade de crescimento.
Então, por que fico tão triste?
Vontade enorme de fazer sonoterapia. De dormir e acordar quando todo esse sentimento e minhas dúvidas tiverem passado. Mas fugir não dá. Aos 27 anos não rola fugir das responsabilidades, das enrascadas, da vida.
Então, como agir? Dúvida que só eu posso sanar. Ninguém pode tomar atitudes por mim. Isso não acontece desde que sai da adolescencia e me vi adulta. Por que os adultos complicam a vida?
Acho que estou em um momento bem mais introspectivo. Por isso alguns dias evito escrever. Por isso alguns dias, se pudesse evitaria até de falar.

"Tempo de silêncio e solidão" - Vander Lee

4 comentários:

Gil Rosza disse...

ê escorpiana sensitiva... velha amiga do sereno no sarau. o valor que sempre vi em vc continua ai, firme, bonito e tocante. vida longa tathá, paz e alma leve =)

CHica da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thaissa Costa disse...

Ahhh Gil..."sereno do sarau". Ô saudade dessa época. Algumas coisas na vida não deviam passar nunca. Obrigada, amigo!

CHica da Silva disse...

"Procure os seus caminhos, mas procue não magoar ninguém nessa procura. Arrependa-se, volte atrás, peça perdão! Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas. Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir, siga! Se estiver tudo errado, comece novamente. Se estiver tudo certo, continue. Se sentir saudades, mate-a. Se perder um amor, não se perca! Se o achar, segure-o!" (Fernando Pessoa)

Pois é, estava lendo ele hj, nos meus momentos e quis compartilhar

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...